Qual a forma certa de fazer o descarte de lixo?

Confira dicas que podem ajudar você a separar seu lixo da forma correta.

Precisamos falar sobre qual é a forma certa de fazer o descarte de lixo no Brasil, já que para manter o meio ambiente saudável, a população em geral precisa ter esse conhecimento no assunto e colocar a teoria em prática, desde o descarte de restos de alimentos até objetos que possuem componentes tóxicos.

O assunto deve ser uma prioridade, já que o Brasil produz cerca de 78,4 milhões de toneladas de resíduos sólidos. E dentro desses dados, cerca de 30 milhões de toneladas são descartados de forma errada. Esse número alto não inclui apenas residências, mas também empresas, hospitais, fábricas, indústrias, entre outros tipos de comércios.

A responsabilidade do descarte correto é sua, do seu vizinho, amigo, familiar, colega de trabalho, ou seja, de todo mundo. A média de produção de resíduos que são gerados por um único indivíduo, pode chegar a um quilo por dia. E quando falamos de resíduos, há um ponto muito preocupante, já que a população em geral também descarta resíduos micropoluentes, perfurocortantes e infectantes.

Exemplo desses resíduos urbanos: medicamentos, fármacos e embalagens de cosméticos. Além disso, há outras preocupações como o descarte de pilhas e baterias, que são extremamente prejudiciais para a saúde do meio ambiente local e consequentemente para o ser humano.

E como deve ser feito o descarte correto de lixo?

O descarte correto de lixo começa pelo indivíduo(pessoa física) ou mesmo pela empresa, já que toda a sociedade é produtora de lixo comum e reciclável. Claro, que para descartar da forma correta, é importante ter conhecimento no assunto, por isso separamos um conteúdo que vai ajudar você a entender como você pode colaborar com a coleta seletiva.

Por isso, a primeira coisa que você deve fazer é entender o que é o lixo comum e o que é lixo reciclável.

Lixo comum:  esse tipo de resíduo é aquele que apresenta algum tipo de risco à saúde humana e ao meio ambiente, por culpa dos resíduos biológicos, químicos ou radiológicos.

Confira alguns exemplos de lixo comum: 

  • Papel higiênico, fraldas e absorventes
  • Restos de alimentos
  • Resíduos de jardins 
  • Resíduos de gessos provenientes da área de assistência à saúde

Lixo Reciclável: o lixo que pode ser reciclado é aquele que pode ser reaproveitado. Isso quer dizer que todo lixo que pode ser matéria-prima para a produção de outros produtos, é considerado reciclável. Confira alguns exemplos:

– Papel:  jornais, revistas, envelopes e caixas de papelão. Geralmente, eles são reaproveitados para a criação de novos papéis.

– Vidro: garrafas, recipientes para remédios ou espelho. A reciclagem de vidro é 100% aproveitável, ou seja, uma tonelada de vidro quebrado pode se tornar uma tonelada de produtos novos em vidro.

– Plástico: pacotes de alimentos, garrafas, sacolas, embalagens, entre outros. O plástico pode ser reciclado e pode servir para a fabricação de diversos produtos.

– Metal: latas de refrigerantes, fios de cobre, pregos, arames, aço, entre outros. O metal não perde as propriedades independente de quantas vezes ele foi reciclado.

O lixo de uma casa, escritório ou empresa bem descartado pode ser reaproveitado, tornando-se resíduos que servirão de matéria prima para inúmeras coisas. Claro que existem lixos que não podem ser aproveitados, estes são chamados de rejeitos.

Quando se fala em resíduos,é importante ressaltar que o lixo reciclável deve ter uma higienização para que a reciclagem seja viável. Por exemplo, antes de descartar o material, como garrafas pet, caixas de leite, garrafas de suco, entre outros tipos de embalagens,  lave com água para retirar todos os resíduos de alimentos sólidos ou líquidos.

Quando essa higienização não é feita corretamente, os resíduos que ficam no recipiente podem gerar odores, atrair moscas, ratos e baratas e até oferecer risco de contaminação. Além disso, você pode acabar colocando em risco a saúde dos técnicos de reciclagem ou mesmo inviabilizar o processo de reciclagem.

E pensando em te ajudar, separamos algumas dicas para você iniciar o processo de separação do seu lixo:

Primeira dica:

Na hora de separar o resíduo orgânico do lixo comum, você pode apostar em uma composteira, caso goste de um sistema mais natural, ou mesmo contratar uma empresa de coleta, que vá até a sua casa ou mesmo empresa.

Não citamos antes sobre o óleo de cozinha, mas a verdade é que há muitas dúvidas sobre como fazer o descarte correto do óleo já usado. Uma boa ideia é colocar em um recipiente, como uma garrafa PET e depois entregar em um ponto de entrega ou mesmo contratar um serviço de coleta.

Segunda dica:

Invista em uma lixeira separada, para que apenas produtos recicláveis sejam armazenados. É importante manter o lixo reciclável em um espaço e o lixo comum em outro. Caso você tenha uma empresa, há lixeiras personalizadas para você separar lixos, como: papel, vidro, metal e orgânico.

Terceira dica:

Há alguns materiais que precisam ser descartados em um local adequado, como por exemplo: pilhas e baterias, além dos micropoluentes, como produtos de limpeza, cosméticos e de higiene pessoal, já que há um risco de contaminação.

Quarta dica:

E por último, evite o uso de sacolas plásticas na hora de descartar os resíduos, afinal elas também são poluentes. Busque usar sacos de papel, caixas de papelão ou mesmo embalagens sustentáveis. 

Quinta dica:

Caso você não consiga levar o lixo reciclável no local indicado, faça contato com cooperativas de catadores, pois eles podem retirar o reciclável na sua casa ou empresa. Mas, lembre-se que para fazer a entrega você deve ter todo o lixo separado e limpo, para que a reciclagem seja possível.

Lembre-se: se cada família ou empresa fizer a sua parte, a sociedade local será beneficiada. Afinal, quando o meio ambiente é afetado, toda a saúde e qualidade de vida das pessoas locais também sofrem.

Começar separando seu lixo reciclado do lixo comum já vai fazer uma enorme diferença no momento atual e para as gerações futuras. Por isso, faça a sua parte e aproveite para compartilhar a informação com amigos, colegas e familiares.

Quer mais dicas como as de hoje? Continue acompanhando nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir WhatsApp
Precisa de Ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?