Dosar lixeiras no condomínio de forma estratégica, para não ter lixos no chão

Para começar, lixeiras no condomínio é sempre um assunto de extrema importância e que, muitas vezes, não recebe a atenção devida.

Considerando o fato que pessoas que moram no mesmo espaço, dividem lugares em comum, entre outras observações, não é novidade dizer que a quantidade de lixo produzido é bastante excedente. 

E é justamente por isso que as lixeiras em condomínio são responsáveis por garantir um ambiente com mais higiene e organização. No entanto, pode ser que escolher quais são os modelos mais indicados, não seja tão simples. 

Por isso, preparamos esse artigo. Acompanhe! 

A importância das lixeiras em condomínios 

Antes de tudo, é importante definir o local em que as lixeiras vão ficar. Ou seja, os administradores precisam definir a melhor estratégia para o armazenamento e a coleta de lixo do empreendimento. 

É importante escolher um lugar em que elas fiquem perto uma da outra, e que além disso, esteja em um local de fácil acesso para os condôminos. 

Dessa maneira, serão rapidamente vistas por todos os moradores, facilitando assim o momento em que eles forem jogar o lixo de suas casas. 

Uma lixeira de aço para 400 litros, por exemplo, é suficiente para atender a um condomínio de porte menor, sem grandes preocupações. Mas, é importante fazer a conta certa para atender a demanda necessária em seu local. 

Como calcular quantas lixeiras são necessárias no condomínio 

Uma boa forma de chegar a esse resultado é multiplicar o número de moradores do condomínio, com a quantidade média gerada diariamente por cada pessoa. Tenha em mente que, o mais comum é uma pessoa produzir de 4 a 6 litros por dia. 

Outro dado importante é que, geralmente, desse total, 30% é de lixo orgânico, mais conhecido como não reciclável, e 70% de lixo reciclável. Pronto, é só colocar esses dados no papel e ter a resposta para a quantidade de lixeiras necessárias em seu condomínio. 

Afinal de contas ninguém quer morar em um lugar em que o lixo fica espalhado pelo chão, trazendo sujeira, doenças e desconforto para os seus moradores. 

Locais e materiais 

A partir do momento que você fez a conta citada anteriormente e sabe a quantidade certa de lixeiras para o seu condomínio, é hora de optar pela localização das mesmas para a sua instalação. 

Dessa forma, além de colocá-las perto de cada prédio, é necessário também que elas estejam presentes nas áreas comuns do empreendimento, como salão de festas, quadra, academia, etc. 

Isso fará com que os condôminos, onde quer que estejam, tenham acesso às lixeiras. 

Outra dica importante para manter o condomínio limpo e sem lixo no chão é usar cartazes, comunicados em murais, pronunciamento em assembleia de moradores e todas as outras formas de fazer com que cada morador saiba o necessário para contribuir com a limpeza do local. 

Por fim, a dica mais importante, é também saber procurar pelos melhores materiais. Ou seja, escolher o saco de lixo que tenha mais resistência e as lixeiras que tenham durabilidade satisfatória. 

Para isso, acesse a loja online da Soberano e comece já as compras para a nova fase do seu condomínio. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir WhatsApp
Precisa de Ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?